28.7.06

O Prazer de Hospedar

Esta semana hospedamos em nossa casa uma amiga que mora numa cidade do interior. Minha filha pequena chorou hoje porque ela foi embora. Há alguns hóspedes cuja presença faz arder o coração, e desejamos que fiquem mais tempo conosco, como Jesus ao ser hospedado pelos discípulos de Emaús. (Lucas 24:28-32)

É maravilhoso hospedar! Gostamos muito de receber visitas. Mesmo que cheguem de surpresa. Entendemos o hóspede como mais uma pessoa que chega a nossa casa por uns dias para receber os cuidados que já temos rotineiramente uns com os outros. Não há lençóis especiais, toalhas, talheres, copos, nada disso. Tudo que pode ser usado por nós pode ser usado por quem chega. E tudo que seria especial para visitas pode ser usado pelos da casa.

Desnecessária a frase: cuidado, temos visitas! Entendemos que o que não pode ser feito com a presença de visitas não pode ser feito em situação alguma. Os da casa também merecem tratamento carinhoso e gentil. São eles os que suportam nosso bom ou mau-humor, nossos dias difíceis, nosso cansaço, rotineiramente. Aprendi isso um dia com uma amiga goiana, “quem mais merece tratamento especial esse alguém é quem convive comigo diariamente”. Afinal, somos todos especiais.

Por ser tão bom a Bíblia nos estimula a sermos hospitaleiros. (Romanos 12:13). Hospedar é um prazer. É oferecer a alguém uma oportunidade de participar do estilo de vida que os moradores da casa participam, de viver uma rotina e uma experiência de cultura familiar diferente daquela que já vivem. De ficar à vontade, de sentir-se em casa, de partir o pão conosco!

É uma experiência de comunhão íntima. É dividir a vida! Quando vão, sempre deixam um pouco de si e levam um pouco de nós...

2 Comments:

At 21:12, Anonymous David Jr. said...

Espero um dia ser seu hospede, nem que seja por um dia apenas rsrs.
Deus continue a te abencoar!! Nao tinha descoberto ainda o seu blog, agora serei presenca constante aqui. Beijos!

 
At 11:35, Anonymous Geisa Mozzer said...

Fiquei super orgulhosa de saber que eu sou a amiga goiana, a que se refere no texto.
É impressionante como alguns comentários que às vezes a gente faz, sem muita pretensão, são importantes...
beijos

 

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home